Escrito em por & arquivado em Brasil no clima, Campanhas, Negociações Internacionais.

Direto do Observatório do Clima

FLYER_1_versoBrasileiros no Rio de Janeiro, São Paulo e em outras cidades se unem a milhões de pessoas em mais de 160 países, chamando a atenção para a emergência climática. Brasil, 7º maior emissor mundial, precisa fazer a sua parte.

Na próxima terça, mais de 120 lideranças globais se reunirão em Nova York para a Cúpula do Clima, convocada pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, para discutir o futuro dos esforços globais no enfrentamento das mudanças climáticas. A expectativa da ONU é de que o encontro sirva como catalisador para os governos assumirem compromissos efetivos para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em todo o planeta.

Para pressionar estas lideranças rumo à ação climática imediata, organizações da sociedade civil internacional preparam neste final de semana a maior mobilização climática popular da história. Em Nova York, a Mobilização Climática dos Povos (People’s Climate March) deve reunir mais de 100 mil pessoas nas ruas da cidade no domingo. Além das manifestações na metrópole norte-americana, esses grupos também estão programando mais de 2.700 eventos em pelo menos 160 países entre este sábado e a próxima segunda.

A demanda das ruas neste final de semana é clara: ações, não palavras – precisamos tomar as atitudes necessárias para criar um mundo com uma economia que funcione para as pessoas e para o planeta, e precisamos fazer isso agora.

Saiba mais

Deixe um comentário

Você deve estar registrado para deixar um comentário.