Escrito em por & arquivado em Ciência do Clima, Diversos.

Por Bruno Toledo (OC), com informações do Planeta Sustentável

World Under WaterImagine a glamourosa praia de Copacabana, um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade do Rio de Janeiro e um dos cartões postais do Brasil no mundo, debaixo de alguns metros de água. Isso pode acontecer, e as notícias dos últimos dias não são animadoras nesse sentido.

Estudos recentes divulgados nos Estados Unidos apontam que o derretimento da calota de gelo na Antártida Ocidental atingiu um ponto de não-retorno – ou seja, é impossível reverter o processo de degelo que esta região polar está sofrendo. Isso significa que teremos que lidar invariavelmente com o aumento dos níveis do mar por todo o planeta em cerca de 1,3 metro, um número que pode parecer pequeno, mas traz consigo impactos fortes para comunidades litorâneas em todo o mundo – inclusive a famosa praia carioca.

Para termos uma dimensão exata do que significará um aumento agressivo do nível do mar nas próximas décadas, um website de crowdfunding desenvolveu uma plataforma que permite observar, a partir de imagens do Google Street View, o impacto que esse evento teria em todo o planeta. O propósito do WorldUnderWater, desenvolvido pelo CarbonStory de Cingapura, é conscientizar as pessoas em prol da diminuição das emissões de carbono e para incentivar o apoio a projetos de redução de emissões em todo o mundo.

Deixe um comentário

Você deve estar registrado para deixar um comentário.