Escrito em por & arquivado em Política e Clima.

Milene Fukuda e Ricardo Barretto, GVces

A mudança do clima foi um dos principais temas da reunião que aconteceu em fevereiro entre o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, com o presidente Xi Jinping, relataram agências internacionais de notícias. Os Estados Unidos lançaram comunicado conjunto com a China, onde os dois governos afirmam reconhecer a urgência de ação no que diz respeito aos impactos causados pela mudança climática, e a poluição do ar advinda da queima de combustíveis fósseis.

Os dois lados reafirmaram o compromisso de trabalhar pelo tratado global a ser firmado em 2015 pelas partes da Convenção-Quadro da ONU sobre Mudança do Clima, e atuarão por meio da parceria US-China Climate Change Working Group (CCWG), formada em 2013. Essa iniciativa estabelece uma política aprimorada de diálogo, incluindo o compartilhamento de informações sobre planos de implementação para redução dos gases de efeito estufa de ambos os países, a partir de 2020.

Eles também anunciaram acordo em planos acerca de outros cinco pontos: utilização e armazenamento de carbono capturado, rede de energia inteligente, coleta e administração dos dados de gases efeito estufa, eficiência energética em prédios e indústrias, e redução de emissão dos veículos.

O anúncio das iniciativas é mais um indicador de um novo posicionamento dos Estados Unidos em relação às mudanças climáticas. No início do ano, o presidente Barak Obama estabeleceu uma aliança com a França, para atuar em questões relacionadas à mudança do clima. (Ouça comentário de Guarany Osório, do GVces, sobre o assunto).

Deixe um comentário

Você deve estar registrado para deixar um comentário.