Escrito em por & arquivado em Brasil no clima.

No dia 06/06 houve a Reunião Anual do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima com a Presidente Dilma. Nessa ocasião tive oportunidade de falar em nome do Observatório do Clima e FBOMS. A fala foi basicamente sobre a falta de clareza do processo de revisão do Plano Nacional de Mudança do Clima, que nunca disse a que veio e agora está sendo revisto sem um documento-base que explicite sua relação com os planos setoriais. Também cobramos ações para os outros biomas, um Plano Nacional de Adaptação e mais recursos para clima.

Na ocasião  foram também divulgadas as estimativas anuais de emissões pelo MCTI, conforme previsto no Decreto que regulamenta a Política Nacional de sobre Mudança do Clima. Apesar de serem “anuais”, os dados refletem as emissões brasileiras em 2010.  O setor de uso da terra e florestas, até 2005 responsável por 70% das emissões brasileiras, agora representa 22% delas. O maior vetor de emissões a partir de 2010 passa a ser a agropecuária, que de 20% em 2005 passa a responder por 35% das emissões em 2010. (gráficos na pág. 12 do relatório abaixo – clique ao lado para ampliar)

Outro dado interessante é a variação das emissões entre os setores (pg. 11).  O crescimento das emissões na agricultura de 2005 a 2010 não foi tão grande (5,2%), tendo sido bem mais relevante nos 10 anos anteriores (23,8%), mas a configuração da “pizza” mudou basicamente por conta da expressiva queda do desmatamento (-76,1% entre 2005 e 2010).

Leia o relatório na íntegra

Fernanda Carvalho, TNC

Deixe um comentário

Você deve estar registrado para deixar um comentário.