Escrito em por & arquivado em Diversos.

Post publicado no GreenBlog

Os ataques dos ruralistas ao Código Florestal continuam ecoando no meio científico.  Esta semana, pesquisadores lotaram o auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).  Como não foram chamados para opinar sobre o assunto – apesar de o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) dizer que ouviu deus e o mundo para escrever as propostas de mudança – eles resolveram se reunir por conta própria para discutir o relatório da bancada ruralista.

Os cientistas lembram que, caso o código atual seja derrubado, não é só a floresta que vai sair perdendo: os impactos na fauna brasileira vêm a reboque.  Segundo noticiou a Folha de S. Paulo, a redução e até extinção de algumas espécies já poderiam ser sentidas nos próximos cinco anos.

A preocupação dos cientistas chegou aos ouvidos de Rebelo, que desqualificou os argumentos: “Essas pessoas precisam parar de fazer afirmações sem comprovação empírica.  Isso é irresponsabilidade”, disse, acrescentando que o projeto elaborado pelos ruralistas teve, sim, apoio da ciência: um dos assessores da Câmara é biólogo.  Ah, bom…

Deixe um comentário

Você deve estar registrado para deixar um comentário.